Animated GIF-downsized.gif
giphy.gif

longas

Durante boa parte da minha carreira, meu interesse na linguagem cinematográfica foi por criar filmes que ocupassem a fronteira entre sucesso de bilheteria e sucesso de crítica. Um campo difícil, onde “Bruna Surfistinha” e “Tim Maia” se localizam. Tenho muito orgulho de tê-los feito. Com “Bruna Surfistinha” conquistei o Grande Prêmio Brasileiro de Cinema na categoria Melhor Roteiro Adaptado e por “Tim Maia” recebi o prêmio da Academia Brasileira de Letras em Melhor Roteiro. Ainda tive a alegria de fazer um filme experimental chamado “Éden”, com um diretor da minha geração, e colega de escola, Bruno Safadi. Neste momento, tenho dois roteiros em fases distintas de captação, a serem dirigidos por duas grande mulheres: "Manas", longa de estreia de Mariana Brennand; e "Silêncio", de Bárbara Paz.