giphy.gif
Democracia em Vertigem

documentários

Em 2013 a realidade brasileira entrou em um redemoinho que capturou o coração de muitas e muitos de nós para a política. Comigo não foi diferente. Naquele momento, passei a sentir um distanciamento entre a ficção e o real que me impelia ao real. Foi quando me joguei no ativismo e os documentários se tornaram uma paixão. Em 2015, quando a Primavera das Mulheres explodiu nas ruas do país, senti que precisava registrar aquela explosão feminista e propûs isso ao GNT - assim nasceu “Primavera das Mulheres”, lançado em 2017.

Logo após o lançamento, a diretora Petra Costa me convidou para participar do roteiro de “Democracia em Vertigem”. Trabalhei, entre idas e vindas, durante 2 anos no filme e, dentro das salas de edição, tive a oportunidade de mergulhar na história recente do Brasil. O filme é um marco do cinema brasileiro e disputou o Oscar de Melhor Documentário em 2020.